Homem.jpg

História

A Trajetória do Grupo Zambianco

Da origem italiana ao fornecimento de energia.

Década de 1930

Com a crise do café, quando muitos agricultores se viram obrigados a mudar de cultura, a família decidiu aprofundar suas raízes na cultura da cana-de-açúcar.

1983

Com o passar dos anos e diante da necessidade de crescimento, o parque industrial foi transferido para um local mais amplo, onde se encontra atualmente a Usina Pederneiras e a sede administrativa do grupo.

1994

Inicia-se a fabricação de xarope.

2002

Inicia-se a produção de açúcar e encerra-se a produção da cachaça, o produto que marcou a origem do grupo.

2014

O grupo expande seus negócios no setor sucroenergético com a aquisição de uma destilaria no município de Platina/SP, a Nova Platina Bioenergia Ltda. Com isso, foi ampliada a capacidade de moagem de cana-de-açúcar para mais de 1.200 ton. por safra, consolidando a posição no setor.

Início do Século XX

A família Zambianco, de imigrantes italianos, conquista seu primeiro espaço. Um pedaço de terra de 116 alqueires no município de Tietê/SP, batizado de Fazenda Santo Antônio. Nos primeiros anos o sustento vinha do cultivo de café e da fabricação de cachaça artesanal.

1957

Com o aumento da importância da cachaça artesanal para os negócios, o pequeno alambique foi transformado em uma indústria de aguardente. Fundava-se assim, a Indústria de Aguardente Pederneiras Ltda.

Década de 1990

Inicia-se um novo ciclo com a implantação de um amplo plano de investimentos em expansão fabril e de diversificação do mix de produção.

1998

Tem início a produção de etanol hidratado.

2007

Foi criada Comercial Agropecuária Santo Antônio Ltda. Uma empresa totalmente voltada para o campo, responsável por gerir e cuidar das propriedades, atividades agrícolas e pecuárias do Grupo Zambianco.

2020

Foi fundada a Associação Frederico Zambianco, criada para gerir e expandir as ações sociais do grupo.